quarta-feira, 8 de maio de 2013

Paul Mantz


O lendário aviador Paul Mantz era o técnico de Amelia Earhart, responsável pelo funcionamento da máquina em que ela realizava suas incríveis façanhas. Desorientado com o desaparecimento dramático da aviadora, foi para Hollywood com o status de proprietário de 30 aeroplanos - na época, a maior esquadrilha particular do mundo.

Qualquer aparelho de qualquer tipo, em céu limpo ou tempestuoso, ficava dócil à sua pericia e à sua coragem. Assim, Paul Mantz se tornava um elemento precioso para os estúdios numa época em que a aviação se tornava parte importante nos filmes.

Quando os diretores desejavam realizar alguma coisa realmente extraordinária, chamavam Mantz. Logo na estreia, ele surpreendeu ao voar em um biplano através de um hangar não muito maior do que a própria aeronave. 

Infelizmente, em 1965, o piloto acrobata encontrou a morte durante a gravação de uma cena para "The Flight of the Phoenix", pilotando o Phoenix Tallmantz P-1, um avião construído especialmente para o filme. 

Ao atingir uma pequena elevação de terreno enquanto sobrevoava o deserto de Yuma, no Arizona, o avião de Mantz se espatifou e matou o piloto imediatamente. Como o filme já estava quase pronto, os cineastas concluíram o trabalho  com outra aeronave.

Nenhum comentário:

Postar um comentário