quinta-feira, 9 de maio de 2013

Fracasso de Bilheteria: O Leão do Deserto


Com o tempo, o conceito da crítica e do público pode mudar em relação a um grande fracasso de bilheteria. Afinal, certos filmes parecem deslocados do período em que foram lançados. 

É o caso de "O Leão do Deserto" (Lion of the Desert), de 1980, que custou 35 milhões de dólares e faturou apenas 1,5 milhão nos cinemas, mesmo contando com atores do gabarito de Anthony Quinn, Oliver Reed e Rod Steiger.

Com trilha sonora de Maurice Jarre, o filme se passa no calor do deserto e nos conta a história de Omar Mukhtar (Quinn), um grande herói líbio que lutou por sua nação para impedir a invasão italiana durante a Segunda Grande Guerra.

Vale ressaltar que o diretor Moustapha Akkad conseguiu retratar as cenas de batalhas com muita fidelidade, mesmo numa época em que a indústria cinematográfica não usava o recurso gráfico de computadores. Com maestria, soube intercalar imagens de arquivo com cenas bastante realísticas.

Baseada em fatos reais, o filme, que hoje é considerado uma obra-prima épica, foi banido na Itália, acusado de difamar as Forças Armadas do país. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário