sexta-feira, 3 de maio de 2013

Cinema e Velocidade


Considerado um dos maiores atores de todos os tempos, o estadunidense Steve Mcqueen resolveu se inscrever para as 12 horas de Sebring, de 1970, com um Porsche 908. Correu em dupla com um piloto profissional, o seu compatriota Peter Revson, sem grandes pretensões

Afinal, haviam muitas equipes oficiais de fábricas e o ator havia quebrado o tornozelo, alguns dias antes, em um acidente de moto. Mcqueen e Revson, no entanto, não se abateram. Com uma estratégia cautelosa, foram superando a concorrência, pouco a pouco, até chegarem ao primeiro posto.

Foram ultrapassados no final da prova pela Ferrari de Mario Andretti, em uma das chegadas mais emocionantes e apertadas da história. Após aquela corrida, o valor do seguro de vida de Mcqueen aumentou de forma exorbitante, impedindo sua participação em outras corridas e na filmagem do longa "Le-Mans".

O filme, inclusive, contou com a participação do mesmo Porsche da corrida de Sebring, agora inscrito com a finalidade de capturar as imagens das 24 Horas de Le-Mans. Produzido pelo próprio Mcqueen, a película contou com a ajuda de diversos pilotos profissionais da época e com cenas reais da corrida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário