segunda-feira, 3 de junho de 2013

Fusca verde


Inicialmente, o Charger preto, com dois marginais, sai à caça do Mustang verde do detetive Frank Bullit. Depois, os papéis se invertem, na mais famosa cena de perseguição da história do cinema. 

O diretor de "Bullit", Peter Yates, abdicou, inclusive, do recurso do "chroma key" para dar mais realismo à cena, mesclando tomadas registradas nas ruas de São Francisco com imagens captadas de dentro dos carros.

Apesar de inovador, diversos erros de continuidade e a constante queda de ritmo impedem que o filme seja considerado um clássico do gênero policial. Até mesmo os mais desatentos conseguem notar, entre outros erros crassos, a presença insistente de um Fusca verde, que acaba ultrapassado 4 vezes na mesma ladeira.

Vale lembrar que o filme foi lançado em 1968, para ser visto no cinema e, depois de muitos anos, num simples aparelho de TV preto e branco. Como não existiam videos cassetes ou telas de led, possíveis gafes passavam batidas pelo público.

Seja como for, é um filme que merece ser apreciado. Graças ao enredo e a interpretação do próprio McQueen, no papel de Frank Bullit, e do elenco de apoio, que contava com Robert Vaugh, Jacqueline Bisset e Robert Duvall em início de carreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário